ONU diz que 180 mil deixaram casas na Síria fugindo de ofensiva turca

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos estima, separadamente, que o número de pessoas que deixaram suas casas chega a 250 mil

Assembleia Geral da ONUAssembleia Geral da ONU - Foto: ONU News / Divulgação

Uma funcionária da Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou que mais de 180 mil pessoas tiveram que deixar suas casas no norte da Síria, desde o início de uma ofensiva turca contra as forças curdas na região, em 9 de outubro.

Ursula Mueller, secretária-geral assistente do Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários, afirmou que há cerca de 80 mil crianças entre aquelas que fugiram do combate, e que mais de 10 mil pessoas cruzaram a fronteira e entraram no vizinho Iraque.

Leia também:
Austrália dá exemplo ao iniciar protestos contra as mudanças climáticas antes da cúpula da ONU
EUA pedem que Brasil treine suas tropas para integrar missões da ONU 

Ela disse que a população na Síria precisa urgentemente de ajuda humanitária. Contudo, segundo ela, a necessidade primordial é ser poupada de hostilidades.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos estima, separadamente, que o número de pessoas que deixaram suas casas chega a 250 mil.

A Turquia suspendeu as operações militares contra combatentes curdos na quarta-feira (23), e tropas russas iniciaram o patrulhamento da área, com base em um acordo com o governo turco para a retirada dos curdos da região.

Veja também

Justiça da Bolívia anula ordem de prisão contra Evo Morales
internacional

Justiça da Bolívia anula ordem de prisão contra Evo Morales

Vantagem de Biden sobre Trump cai 2 pontos percentuais em uma semana
EUA

Vantagem de Biden sobre Trump cai 2 pontos percentuais em uma semana