ONU diz que as migrações são inevitáveis e necessárias

A organização realizará uma conferência em novembro sobre questões migratórias e espera firmar um pacto mundial para "migrações seguras"

Barco com 629 migrantes flutua no Mar MediterrâneoBarco com 629 migrantes flutua no Mar Mediterrâneo - Foto: Karpov / SOS MEDITERRANEE / AFP

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, afirmou nesta terça-feira (19) que as migrações, um tema que atualmente representa um quebra-cabeças para a Europa e os Estados Unidos, são inevitáveis e necessárias.

Segundo Guterres, os países têm o direito de adotar as próprias políticas migratórias desde que "respeitem os direitos humanos dos migrantes e isso se faça de uma maneira em que a cooperação internacional seja mais relevante do que tem sido até agora.

Guterres fez estas declarações em Lørenskog, perto de Oslo, à margem de uma reunião de mediadores e atores em processos de paz. "As migrações são um fenômeno inevitável", afirmou.

Leia também:
França e Líbia 'reforçam cooperação' para controlar fluxo de migrantes
Itália proíbe novamente acesso de barcos com imigrantes
Expulsar imigrantes será prioridade, diz novo ministro do Interior italiano
Imagens de crianças separadas dos pais chocam os EUA

Guterres foi consultado sobre o destino dos mais de 600 migrantes do barco "Aquarius", que foi recebido no domingo na Espanha depois de uma semana errante no mar, e sobre o que será feito das crianças de imigrantes ilegais que foram separadas de seus pais nos Estados Unidos.

"Se as migrações são uma necessidade, então é preferível organizá-las para que aconteçam em um contexto em que os países cooperem e onde todos saiam ganhando, especialmente os migrantes, que se encontram hoje em condições de desespero", explicou.

A ONU realizará em 10 e 11 de dezembro, no Marrocos, uma conferência sobre questões migratórias, e espera adotar um pacto mundial para "migrações seguras, ordenadas e regulares".

Veja também

Estudo encontra vínculo biológico entre carne vermelha e câncer colorretal
Saúde

Estudo encontra vínculo biológico entre carne vermelha e câncer colorretal

Anvisa autoriza estudo no Brasil de dose de reforço da vacina da Pfizer/BioNTech
Vacina

Anvisa autoriza estudo no Brasil de dose de reforço da vacina da Pfizer/BioNTech