ONU inicia missão para verificar trégua na Colômbia

Missão tripartite realizará visitas às 26 zonas de pré-agrupamento

Campanha do Sindjud-PECampanha do Sindjud-PE - Foto: Sindjud-PE/Divulgação

A missão para verificar o cessar-fogo entre o governo da Colômbia e a guerrilha das Farc com base no acordo de paz negociado em Havana começou nesta segunda-feira, informou o presidente Juan Manuel Santos.

"Hoje começa com @onucolombia o mecanismo de verificação do cessar-fogo. Não a mais vítimas. Há que consolidar a paz", escreveu o presidente Juan Manuel Santos no Twitter.

A missão tripartite realizará visitas às 26 zonas de pré-agrupamento onde estão se concentrando as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), principal e mais antiga guerrilha do país, enquanto as partes negociam um novo pacto após a surpreendente rejeição ao acordo no referendo nacional.

Com base no acordo, as partes solicitaram à ONU a formação de uma missão para verificar a trégua e o fim das hostilidades vigente desde agosto, assim como o desarmamento dos rebeldes.

Mas após a derrota no referendo, se desenvolveu um novo protocolo com diretrizes de trabalho para a ONU, que até o momento tem se dedicado à capacitação, mapeamento e preparação para o monitoramento.

A missão conta, até o momento, com 152 observadores internacionais em Bogotá e em oito sedes regionais, dos 400 solicitados ao Conselho de Segurança que se espera estejam mobilizados até janeiro.

Veja também

Estudo sugere queda de anticorpos associada à segunda onda de Covid na Inglaterra
Coronavírus

Estudo sugere queda de anticorpos associada à segunda onda de Covid na Inglaterra

Bomba em escola paquistanesa deixa 7 mortos e mais de 80 feridos
internacional

Bomba em escola paquistanesa deixa 7 mortos e mais de 80 feridos