Palestinos são mortos por soldados israelenses em protesto na Faixa de Gaza

Ao menos 58 palestinos morreram em protesto contra a transferência da embaixada dos Estados Unidos em Israel. Soldados israelenses abriram fogo quando os manifestantes se aproximaram da cerca na fronteira

Protesto contra transferência de embaixada deixou palestinos mortos na Faixa de GazaProtesto contra transferência de embaixada deixou palestinos mortos na Faixa de Gaza - Foto: Mahmud Hams/AFP

Ao menos 58 palestinos que protestavam contra a transferência da embaixada dos Estados Unidos em Israel morreram nesta segunda-feira (14) na Faixa de Gaza, vítimas de tiros de soldados israelenses, anunciou o ministério da Saúde do território palestino. Mais de 500 foram feridos, segundo o ministério do território governado pelo movimento islamita Hamas.

Milhares de pessoas protestam desde o início da manhã na fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel. Os soldados israelenses abriram fogo quando os manifestantes se aproximaram da cerca na fronteira. Um dos mortos era um adolescente de 14 anos, informaram as autoridades palestinas.

Leia também:
Ataque israelense deixa dois mortos e 14 feridos em Gaza
Morre outro Palestino ferido em protestos em Gaza

Veja também

EUA realiza última execução do mandato de Trump
EUA

EUA realiza última execução do mandato de Trump

Twitter suspende contas de ex-chefes das Farc que retomaram armas na Colômbia
Twitter

Twitter suspende contas de ex-chefes das Farc que retomaram armas na Colômbia