Mundo

Papa diz às freiras: "Serviço, sim, servidão, não!"

"Estou ciente dos problemas, não apenas do abuso sexual das freiras, mas também do abuso de poder", afirmou o pontífice

Papa FranciscoPapa Francisco - Foto: Andreas Solaro/AFP

O papa Francisco instou as freiras de todo o mundo a se recusarem a se submeter aos abusos de poder do clero, insistindo que a opção por uma vida de serviço não as torna escravas.

"Estou ciente dos problemas, não apenas do abuso sexual das freiras, mas também do abuso de poder", afirmou o pontífice argentino ao receber cerca de 800 freiras superiores no Vaticano. "Por favor, serviço, sim, servidão, não!", disse.

Leia também:
Papa Francisco emite decreto que obriga bispos a denunciar casos de abuso sexual
Papa alerta contra o despovoamento na Bulgária
Coral do Pró-Criança receberá bênção do papa Francisco


Nos últimos meses, a Igreja Católica foi abalada por investigações jornalísticas sobre a escravidão das freiras e até sua exploração sexual. A Igreja tem quase 700.000 freiras ao redor do mundo. "Vocês não se tornaram freiras para serem servas de um clérigo!", insistiu o pontífice, que pediu um esforço mútuo para pôr fim a essa cultura, em particular pelas superiores. "Se você quer ser uma empregada, faça com os doentes. Nesse caso é um serviço", acrescentou.

Veja também

Kim Jong Un carrega caixão em funeral de importante militar que foi seu mentor
Coreia do Norte

Kim Jong Un carrega caixão em funeral de importante militar que foi seu mentor

Pfizer anuncia que vacina anticovid para menores de 5 anos é eficaz em três doses
Vacina

Pfizer anuncia que vacina anticovid para menores de 5 anos é eficaz em três doses