Papa elogia esforços da Colômbia pela paz e pede resistência à vingança

O pontífice desejou que o processo de paz na Colômbia inspire a outros povos e comunidades

Papa FranciscoPapa Francisco - Foto: Andreas Solaro/AFP

O papa Francisco elogiou nesta sexta-feira (03) "os esforços realizados na Colômbia para construir pontes de paz e reconciliação", e pediu às vítimas de violência para "resistir à tentação de retaliação".

Em uma mensagem enviada aos participantes da 16ª Cúpula Mundial de Prêmios Nobel da Paz, o pontífice argentino desejou que o processo de paz na Colômbia, que pôs fim a mais de 50 anos de conflito, inspire a outros povos e comunidades. A cerimônia acontecerá pela primeira vez na América Latina, mais especificamente na cidade de Bogotá, capital colombiana.

"Que os esforços realizados na Colômbia para construir pontes de paz e reconciliação possam inspirar a todas as comunidades a superar as hostilidades e as divisões", ressalta a mensagem enviada em nome do papa Francisco à Cúpula pelo seu Secretário de Estado, o cardeal Pietro Parolin, e divulgada pela Rádio do Vaticano.

"Que as vítimas de violência sejam capazes de resistir à tentação de retaliação e convertam-se em agentes da paz", destacou o chefe da igreja católica em texto dirigido aos 14 vencedores do Nobel da paz, assim como às 14 organizações ganhadoras do Nobel presentes.

Francisco requisitou também em sua mensagem que a "não violência" se transforme "no estilo característico de nossas decisões, relações, ações, e da política em todas as suas formas".

Veja também

Brasil pede flexibilização de exigências internacionais de saúde para caminhoneiros
Pandemia

Brasil pede flexibilização de exigências internacionais de saúde para caminhoneiros

Em uma semana, mortes por Covid-19 aumentam em 8% e 6% de novos casos
Coronavirus

Em uma semana, mortes por Covid-19 aumentam em 8% e 6% de novos casos