A-A+

Papa Francisco cancela compromissos públicos pelo 3º dia consecutivo

Ele alega ter uma ligeira indisposição, informou hoje o Vaticano

Papa FranciscoPapa Francisco - Foto: Alberto Pizzoli/AFP

O papa Francisco cancelou hoje (29) os compromissos públicos oficiais pelo terceiro dia consecutivo alegando uma "ligeira indisposição", segundo informação do Vaticano.

O chefe da igreja católica, de 83 anos, que retirou parte de um pulmão devido a uma doença respiratória na juventude, nunca cancelou tantas audiências oficiais e eventos durante os sete anos que já leva o seu pontificado.

Leia também:
Papa Francisco cancela toda agenda desta sexta
EUA reportam primeira morte no país pelo novo coronavírus
Papa Francisco cancela missa por resfriado e tosse


De acordo com o gabinete de imprensa do Vaticano, o papa vai continuar trabalhando na residência de Santa Marta e recebendo pessoas reservadamente.

Durante a manhã de hoje, ele recebeu o chefe do gabinete dos bispos do Vaticano, o arcebispo da Ucrânia e os embaixadores do Líbano e da França.

Foram canceladas duas audiências oficiais no Palácio Apostólico, uma com uma organização internacional de bioética e outra com membros da ordem religiosa Legião de Cristo.

Na segunda-feira, Francisco deverá deixar o Vaticano, juntamente com funcionários da Santa Sé, para uma semana de exercícios espirituais no campo, no habitual retiro anual de início da Quaresma.

Tosse

O papa apareceu pela última vez em público na quarta-feira, quando foi visto tossindo e assoando durante a missa de Quarta-Feira de Cinzas, levantando suspeitas de que padece de uma constipação (alteração do trânsito intestinal, gerando retenção das fezes ou dificuldade na sua evacuação; prisão de ventre, copróstase, coprostasia.)

No dia seguinte, cancelou uma missa e, na sexta-feira, a audiência com os participantes de uma conferência sobre inteligência artificial no Vaticano.

O Vaticano esclareceu que o papa celebrou missa todas as manhãs, tendo recebido cumprimentos dos fiéis no final e passando depois o resto dos dias trabalhando.

A natureza da doença do papa não foi revelada, com o Vaticano dizendo apenas que ele teve "uma ligeira indisposição".

A doença de Francisco surge quando a Itália está em alerta máximo por causa da epidemia do coronavírus, que já afetou mais de 800 pessoas, a maioria no norte do país.

Veja também

Pandemia está 'longe de ter acabado', afirma comitê de emergências da OMS
Coronavírus

Pandemia está 'longe de ter acabado', afirma comitê de emergências da OMS

TikTok defende seu impacto sobre as crianças em depoimento no Congresso dos EUA
Rede Social

TikTok defende seu impacto sobre as crianças