Papa pede aos jovens que resistam a quem quer 'lhes fazer calar'

Apelo foi para jovens do mundo, um dia depois de protestos em massa contra as armas nos Estados Unidos.

Papa Francisco Papa Francisco  - Foto: Tiziana Fabi/AFP

O papa Francisco lançou neste domingo (25) um vibrante apelo aos jovens do mundo para que resistam àqueles que querem "lhes fazer calar", um dia depois de protestos em massa contra as armas nos Estados Unidos.

O sumo pontífice fez esse apelo na Praça São Pedro, durante a missa de domingo de Ramos (o domingo anterior à Páscoa) e por ocasião do Dia da Juventude.

"Fazer calar os jovens é uma tentação que sempre existiu", disse o papa argentino.

"Há muitas maneiras de fazer que os jovens sejam silenciosos e invisíveis. (...) para que não se questionem e não façam perguntas".

Jorge Bergoglio lembrou, então, de algumas palavras de Jesus sobre discípulos que eram barulhentos e exuberantes: "Se eles se calarem, as pedras gritarão".

"Queridos jovens, cabe a vocês decidir", insistiu o papa.

"Se os demais se calam, se nós, os mais velhos e responsáveis, com muita frequência os corruptos, somos silenciosos, se o mundo se cala e perde a alegria, eu lhes peço: vocês vão gritar? Por favor, por favor, decidam-se antes que as pedras gritem".

Francisco não se referiu de forma direta, porém, às manifestações contra as armas que reuniram centenas de milhares de pessoas sábado nos Estados Unidos.

Leia também:
Papa Francisco telefona e conversa com mãe de Marielle Franco
Papa Francisco comemora cinco anos de pontificado entre elogios e críticas

Veja também

Três mortos e vários feridos em ataque com faca na França; uma das vítimas foi degolada
França

Três mortos e vários feridos em ataque com faca na França; uma das vítimas foi degolada

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam
EUA

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam