Peru dará US$ 30 mil a quem ajudar na captura do ex-presidente Alejandro Toledo

Alejandro Toledo, que está com ordem de prisão, acusado de receber subornos da construtora Odebrecht em troca de obras

Ex-presidente do Peru, Alejandro ToledoEx-presidente do Peru, Alejandro Toledo - Foto: CRIS BOURONCLE / AFP

O Peru ofereceu uma recompensa de 100.000 soles (30 mil dólares) a quem oferecer informações sobre o paradeiro do ex-presidente Alejandro Toledo, que está com ordem de prisão, acusado de receber subornos da construtora Odebrecht em troca de obras. As informações são da Agence France-Presse (AFP).

Leia mais: Odebrecht: corrupção envolve presidentes e até o Cristo do Pacífico

Sobre Toledo - que governou o Peru entre 2001 e 2006 - pesa uma ordem judicial de captura internacional emitida na quinta-feira, depois de ele ter sido acusado de receber 20 milhões de dólares para favorecer a Odebrecht na concessão para construir a rodovia interoceânica, que liga o Peru ao Brasil.

“A recompensa será paga em qualquer país do mundo", afirmou à imprensa o ministro peruano do Interior, Carlos Basombrío, que pediu à Interpol que atue com maior rapidez possível no caso.

Veja também

Polícia prende mais de 50 em 2ª noite de protestos após morte de homem negro nos EUA
Racismo

Polícia prende mais de 50 em 2ª noite de protestos após morte de homem negro nos EUA

Mianmar pode ser a próxima Síria, adverte ONU
Mundo

Mianmar pode ser a próxima Síria, adverte ONU