Mundo

Pesquisas dão vitória a oposicionista na Venezuela

Entre os que declararam dispostos ou muito dispostos a votar, Falcón vence Maduro por 37% a 28%. Para se candidatar, Falcón rompeu com a Mesada da Unidade Democrática (MUD), coalizão dos principais partidos oposicionistas, que tem pregado a abstenção, com

Henri Falcón é candidato ao governo da VenezuelaHenri Falcón é candidato ao governo da Venezuela - Foto: Juan Barreto / AFP

Duas pesquisas de opinião recém-divulgadas na tarde desta quinta (17) mostram o oposicionista Henri Falcón à frente de Nicolás Maduro. A eleição presidencial venezuelana será neste domingo (20). De acordo com o instituto Datanálisis, o dissidente chavista tem 30% dos votos, contra 20% para o atual mandatário. Em terceiro, aparece o pastor evangélico Javier Bertucci (14%), um "outsider" na política que tem feito um discurso de oposição ao governo.

Entre os que declararam dispostos ou muito dispostos a votar, Falcón vence Maduro por 37% a 28%. Para se candidatar, Falcón rompeu com a Mesada da Unidade Democrática (MUD), coalizão dos principais partidos oposicionistas, que tem pregado a abstenção, com o argumento de que o governo fraudará o resultado.

A decisão da MUD de não participar da eleição foi rechaçada por 67,7% dos entrevistados. Esse percentual sobe para 70,5% ente os que se identificaram como oposicionistas a Maduro.

Leia também:
'Não há conluio', diz Trump no aniversário de investigação sobre Rússia
Odebrecht assegura que não cometeu nenhum ato ilícito na Bolívia

Sobre a gestão de Maduro, 67% concordaram com a afirmação de que ele não tem plano nem equipe para governar o país. O país vive intensa crise econômica, que tem levado centenas de milhares de venezuelanos a emigrar.
A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 15 de maio e tem uma margem de erro de 3,44 pontos percentuais.

No levantamento de Varianzas, a vantagem de Falcón é mais ampla: 45,5%, contra 24,9% para Maduro. Questionados se querem que Maduro seja reeleito por mais seis anos de mandato, 76,2% responderam que não. Varianzas foi a campo nos últimos sete dias. O levantamento tem margem de erro de três pontos percentuais.

Veja também

Contágios da varíola do macaco geram preocupação na Europa
Saúde

Contágios da varíola do macaco geram preocupação na Europa

Dezenas de países se comprometem na ONU a melhorar tratamento de migrantes
Acordo internacional

Dezenas de países se comprometem na ONU a melhorar tratamento de migrantes