Polêmico fotógrafo chinês Ren Hang morre aos 29 anos em Berlim

O fotógrafo, era conhecido por obras de conteúdos sexuais explícitos,

O polêmico fotógrafo chinês Ren Hang morreu nesta sexta (24), aos 29 anos, em Berlim. A informação foi confirmada pela galeria belga Stieglitz 19, que abriga obras do artista. A causa da morte ainda não foi revelada.

O fotógrafo, que era conhecido por obras de conteúdos sexuais explícitos, foi censurado diversas vezes em seu país. Ele nunca teve o merecido reconhecimento em sua terra natal, devido ao conservadorismo chinês.

Em seus trabalhos, mãos, pênis, pernas, genitais e cabeças se entrelaçam e se desintegram para criar novas formas e humanos-animais em meio a orgias.
Nascido no subúrbio de Changchun, capital do nordeste da provincia de Jilin, o fotógrafo deixou sua cidade para estudar publicidade em Beijing.

Suas obras foram exibidas em diversas cidades pelo mundo ocidental, como Antuérpia, Atenas, Bangkok, Copenhange, Frankfurt, Hong Kong, Marseille, Nova York, Paris e Viena. O fotógrafo se preparava para uma grande exposição solo de suas fotografias na galeria Foam, em Amsterdã.

Veja também

América Latina e Caribe superam 40 milhões de casos de Covid-19
Coronavírus

América Latina e Caribe superam 40 milhões de casos de Covid-19

Nasa seleciona SpaceX para missão à lua de Júpiter
ESPAÇO

Nasa seleciona SpaceX para missão à lua de Júpiter