Polícia diz que não há indícios de motivos raciais no tiroteio em Ohio

Os investigadores não excluem nenhuma hipótese, pois ainda estão na fase preliminar da investigação

Tiroteio ocorreu na madrugada em OhioTiroteio ocorreu na madrugada em Ohio - Foto: Derek Myers/AFP

"No momento, nada indica um motivo racista" no tiroteio que deixou nove mortos na madrugada de domingo em Dayton, Ohio, disse nesta segunda-feira o chefe de polícia desta cidade no nordeste dos Estados Unidos.

"Os investigadores não excluem nenhuma hipótese, pois ainda estão na fase preliminar da investigação", acrescentou Richard Biehl, chefe de polícia de Dayton.

Leia também:
EUA: autoridades buscam pistas sobre atentados no Texas e em Ohio
Atirador de Ohio era branco de 24 anos, e sua irmã está entre os mortos


O atacante, um homem branco de 24 anos, matou nove pessoas, seis negros e três brancos, incluindo sua própria irmã.

Veja também

Depois de 652 dias, Bélgica consegue formar um governo
internacional

Depois de 652 dias, Bélgica consegue formar um governo

Polônia indica ministro da Educação que afirma que 'gays não são normais'
internacional

Polônia indica ministro da Educação que afirma que 'gays não são normais'