Polícia peruana procura turista americana cega desaparecida em Machu Picchu

Turista Carla Valpeoz, de 35 anos, registrou sua entrada na cidadela em 11 de dezembro em uma visita guiada que havia contratado em Cusco

Machu Picchu, cidadela incaMachu Picchu, cidadela inca - Foto: National Geographic

A polícia peruana fez uma intensa busca nesta terça-feira (18) por uma turista americana cega que desapareceu há uma semana quando visitava a cidadela inca de Machu Picchu, informaram as autoridades.

A turista Carla Valpeoz, de 35 anos, registrou sua entrada na cidadela em 11 de dezembro em uma visita guiada que havia contratado em Cusco. A busca pela turista americana viralizou nas redes sociais com mensagens de apoio.

"A americana cega Carla Valpeoz viajou pelo mundo apesar de sua deficiência, mas no Peru, na cidade de Cusco, desapareceu", disse o jornalista Julio Cabrejos Manifiesto no Twitter.

De acordo com o relatório policial, Valpeoz foi dada como desaparecida em 11 de dezembro. "A busca pela cidadã continua, não temos mais informações, continuamos com a busca", disse à AFP o policial Edwin Valdeiglesias, da delegacia de Cusco.

Foi a americana Alicia Ann Steele, de 32 anos, amiga de Carla, que relatou o desaparecimento. A amiga disse que as duas estavam em Lima, e que em 10 de dezembro Carla viajou para Cusco para visitar Machu Picchu com a empresa Machupicchu Terra del Cusco.

As últimas imagens que Valpeoz postou em suas redes sociais mostram-na no topo da Huayna Picchu, a montanha adjacente à cidadela de Machu Picchu.

Carlos Valpeoz, irmão do turista, também pediu ajuda dos Estados Unidos, de onde ressaltou que, apesar de sua irmã ser cega, ela sempre viajava sozinha e nada de semelhante havia acontecido com ela.

Veja também

Mundo ultrapassa a marca de 100 milhões de casos por Covid-19
Coronavírus

Mundo ultrapassa a marca de 100 milhões de casos por Covid-19

Na 1ª conversa com Putin, Biden confirma acordo nuclear e lista temas incômodos
EUA

Na 1ª conversa com Putin, Biden confirma acordo nuclear