Mundo

Polícia turca mata dois homens após explosão em Esmirna

Explosão ocorreu perto da entrada dos juízes e promotores

Deputado federal Fernando Filho (DEM-PE) destinou emendas para o município de PetrolinaDeputado federal Fernando Filho (DEM-PE) destinou emendas para o município de Petrolina - Foto: Divulgação

Ao menos 10 pessoas ficaram feridas na explosão de um carro bomba em Esmirna, na Turquia, nesta quinta-feira (5). Dois supostos terroristas já foram mortos e a polícia está atrás de um terceiro, que teria fugido após a explosão. O atentado ocorreu próximo a um tribunal da cidade turca. As informações são da Agência ANSA.

Esmirna é a terceira maior cidade da Turquia e muito visitada por turistas por conta de seu belo litoral. Ninguém reivindicou o ataque ainda, mas o território turco vem sofrendo com ataques de carros-bomba em diversas cidades. Além disso, Esmirna está sendo alvo de várias operações policiais em busca do homem que realizou um ataque terrorista no dia 1º de janeiro, em uma boate de Istambul, em ação que deixou quase 39 mortos.

Segundo as autoridades turcas, mais de 40 pessoas que moram na cidade já foram interrogadas até o momento sobre o ataque.

Censura

O Ministério das Comunicações da Turquia impôs censura à mídia nas informações sobre a explosão do carro-bomba. Como está em estado de emergência, o governo turco usa a censura em casos considerados "terroristas". No entanto, a agência oficial de notícias Anadolu, confirmou que dois extremistas foram mortos por forças policiais.

Veja também

Petróleo continua caindo apesar de retomada da demanda nos EUA
Petróleo

Petróleo continua caindo apesar de retomada da demanda nos EUA

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais
Londres

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais

Newsletter