Pompeo pede aplicação das sanções à Coreia do Norte

Chefe da diplomacia americana, que preside reunião na ONU, estimou que os membros do Conselho devem "liderar o caminho"

Mike Pompeo, secretário de Estado americanoMike Pompeo, secretário de Estado americano - Foto: Wikimedia Commons

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, alertou nesta quinta-feira (27) que as sanções contra a Coreia do Norte devem ser aplicadas "vigorosamente", em uma reunião do Conselho de Segurança da ONU.

"A aplicação de sanções pelo Conselho de Segurança da ONU deve continuar vigorosamente e sem falhas até que tenhamos uma desnuclearização final, e totalmente verificada", afirmou Pompeo ante o conselho que conta com a participação de russos e chineses.

O chefe da diplomacia americana, que preside a reunião, estimou que os membros do Conselho devem "liderar o caminho". Ele denunciou as violações dos limites impostos às importações de petróleo e carvão por Pyongyang e expressou preocupação com relatos de que há países "incluídos no Conselho de Segurança" que continuam a receber novos trabalhadores norte-coreanos, apesar das resoluções da ONU.

Leia também:
Pompeo viaja a Pyongyang para falar sobre desnuclearização
Trump vai sobretaxar mais US$ 200 bilhões em importações da China
UE adota sanções contra 11 autoridades venezuelanas


O objetivo da exposição de Pompeo é contar ao Conselho de Segurança que a diplomacia não convencional do governo do presidente Donald Trump é a principal razão para a dramática mudança do país em relação à Coreia do Norte.

Veja também

Reino Unido diz que variante encontrada na Inglaterra pode ser mais letal
Coronavírus

Reino Unido diz que variante encontrada na Inglaterra pode ser mais letal

Variante britânica do coronavírus aponta para maior mortalidade, diz Boris Johnson
Coronavírus

Variante britânica do coronavírus aponta para maior mortalidade, diz Boris Johnson