Pompeo viaja a Pyongyang para falar sobre desnuclearização

O presidente Donald Trump se reuniu com Kim Jong Un em um encontro de cúpula histórico em Singapura em junho

Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUAMike Pompeo, secretário de Estado dos EUA - Foto: Jung Yeon-Je/Pool/AFP

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, viajou nesta quinta-feira (05) de Washington para Pyongyang, onde terá novas conversas com o governo de Kim Jong Un sobre o arsenal nuclear norte-coreano.

O chefe da diplomacia americana viajou embarcou pouco depois das 2h locais (3h de Brasília) e é esperado na capital na sexta-feira na Coreia do Norte, onde passará a noite pela primeira vez.

O presidente Donald Trump se reuniu com Kim Jong Un em um encontro de cúpula histórico em Singapura no mês passado e está otimista sobre possibilidades de alcançar a paz na península dividida desde a guerra da Coreia (1950-53).

Leia também:
Câmara derruba proposta de lei migratória de Trump
Coreia do Norte destruiu 'quatro locais de testes' balísticos, diz Trump
Putin quer reunir duas Coreias, China e Japão na Rússia


Mas o comunicado assinado pelos dois líderes deixou a desejar no momento de incluir compromissos detalhados e Pompeo tem a missão de negociar um plano para alcançar a "completa desnuclearização" da península coreana.

Isto implicaria que Kim apresentasse uma declaração detalhada sobre seu arsenal nuclear e seu programa de enriquecimento, além de concordar com um cronograma para o desmantelamento, sob inspeção.

Washington espera ver o processo em prática no próximo ano, mas muitos analistas e críticos de Trump advertem que a promessa de Kim na reunião significa pouco e que o processo poderia demorar anos.

Enquanto isso, Pompeo e Trump afirmam que pretendem manter as sanções econômicas internacionais, que eles consideram ter sido o fator primordial para levar a Coreia do Norte à mesa de negociações.

Após reuniões na sexta-feira e no sábado em Pyongyang, Pompeo deve viajar a Tóquio para informar sobre o que foi discutido a japoneses e sul-coreanos.

O secretário americano também visitará Vietnã e Abu Dhabi, antes de finalmente se reunir com Trump em Bruxelas para a reunião da Otan na próxima semana.

Veja também

Confiança na economia é central para superar crise da Covid-19, diz Davos
Economia

Confiança na economia é central para superar Covid-19, diz Davos

Alemanha vai adotar tratamento experimental usado por Trump
Coronavírus

Alemanha vai adotar tratamento experimental usado por Trump