Presidente palestino chama embaixador americano de 'filho de cadela'

Troca de declarações acontece em um momento em que cresce a tensão entre a dirigência palestina e o governo do presidente Donald Trump

Presidente da Autoridade Palestina, Mahmud AbbasPresidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas - Foto: AFP

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, classificou nesta segunda-feira como "filho de uma cadela" o embaixador dos Estados Unidos em Israel, David Friedman, que a Casa Branca criticou por considerá-los "inadequados".

A troca de declarações acontece em um momento em que cresce a tensão entre a dirigência palestina e o governo do presidente Donald Trump.

"O embaixador dos Estados Unidos em Tel Aviv é um colono e o filho de uma cadela", afirmou Abbas, durante uma reunião com líderes palestinos em Ramallah.

David Friedman assumiu a embaixada em maio de 2017, precedido pela polêmica devido à postura favorável à colonização implementada por Israel nos territórios palestinos.

Ele é também um fervoroso defensor do reconhecimento de Jerusalém como capital e do traslado da embaixada dos Estados Unidos a essa cidade.

Em Washington, o conselheiro da Casa Branca Jason Greenblatt reagiu aos "insultos" declarando que "chegou a hora de o presidente Abbas escolher entre a retórica do ódio e a realização de esforços para melhorar a qualidade de vida de seu povo e liderá-lo no caminho da paz e da prosperidade".

"Apesar de seus insultos altamente inadequados contra os membros do governo de Trump e a repetição mais recente de sua insulto a meu bom amigo e colega, o embaixador Friedman, estamos comprometidos com o povo palestino e com as mudanças que devem ser implementadas para a convivência", acrescentou.

Ex-advogado Donald Trump, Friedman - que assumiu o cargo em maio de 2017 - é um fervoroso defensor do reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel e da transferência da embaixada dos Estados Unidos de Tel Aviv para Jerusalém.

Veja também

Trump e Biden visitam estados-chave no último fim de semana antes das eleições nos EUA
EUA

Trump e Biden visitam estados-chave no último fim de semana antes das eleições nos EUA

Boris Johnson anuncia novo 'lockdown' na Inglaterra para conter a covid-19
Coronavírus

Boris Johnson anuncia novo 'lockdown' na Inglaterra para conter a covid-19