Protestos na cidade grega de Salonica pelo nome 'Macedônia'

Manifestação foi convocada por um grupo que incluía clérigos da linha-dura, líderes de extrema direita, grupos nacionalistas e membros da diáspora grega

Protesto contra o uso do nome 'Macedônia', na GréciaProtesto contra o uso do nome 'Macedônia', na Grécia - Foto: Sakis Mitrolidis/AFP

Mais de 90 mil pessoas contrárias à manutenção do nome "Macedônia" na futura apelação oficial deste país se manifestaram neste domingo (21) em Salonica, a maior cidade do norte da Grécia, segundo a Polícia. Os protestos ocorrem em um momento em que se multiplicam os esforços de Atenas e Skopje para solucionar a antiga questão do nome do país balcânico.

Atenas argumenta que o nome Macedônia sugere que Skopje tem reivindicações territoriais sobre a região grega homônima ao norte, da qual Salonica é a capital. A manifestação foi convocada por um grupo que incluía clérigos da linha-dura, líderes de extrema direita, grupos nacionalistas e membros da diáspora grega. Entre os participantes, havia membros do partido neonazista Amanhecer Dourado e do opositor Nova Democracia, apesar da ordem de seu líder de boicotar os protestos.

Segundo os organizadores, mais de 400 mil pessoas participaram do protesto, mas a Polícia grega falava em "mais de 90 mil". O número estaria acima dos 30 mil previstos pela imprensa grega, mas muito abaixo do um milhão nas ruas em 1992, quando começou a crise diplomática.

Leia também:
FMI participa 'pela última vez' de programa de resgate à Grécia
Somente um terço dos 60 mil refugiados na Grécia podem ser realocados
Carta-bomba contra FMI veio da Grécia


Durante a manifestação, que terminou às 13h (horário de Brasília), foram registrados alguns pequenos distúrbios entre manifestantes e grupos anarquistas de uma contramanifestação. A Polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar esses grupos.

Na ONU, o país é denominado Ex-República Iugoslava da Macedônia (FYROM), embora o Conselho de Segurança o tenha reconhecido como nome provisório quando o aceitou como Estado-membro. Se alcançarem um acordo nas negociações da ONU, terá de ser aprovado pelo Parlamento grego.

Veja também

Astronauta estadunidense vota do espaço
Eleições EUA

Astronauta estadunidense vota do espaço

Para estimular ida às urnas, revista Time substitui logotipo pela 1º vez
internacional

Para estimular ida às urnas, revista Time substitui logotipo pela 1º vez