Quase 30 corpos são encontrados em fossa clandestina no México

Os corpos estavam em 119 sacos; alguns inteiros e outros incompletos

Os corpos foram encontrados em 119 sacosOs corpos foram encontrados em 119 sacos - Foto: Reprodução

Autoridades mexicanas identificaram 29 pessoas em 119 sacos com restos humanos localizados no estado de Jalisco, no início destes mês - informou o procurador de Jalisco, Gerardo Octavio Solís Gómez.

Leia também:
Caso dos 43 estudantes desaparecidos no México tem 24 suspeitos libertados
México estuda denunciar por terrorismo autor de tiroteio


"Temos 13 corpos completos e 16 incompletos, totalizando 29 corpos", disse Solís Gómez à imprensa. Entre as vítimas há 27 homens e duas mulheres, acrescentou.

A fossa, de mais de cinco metros de profundidade, foi localizada em um terreno baldio no dia 3 de setembro, em Zapopan, na Zona Metropolitana de Guadalajara.

Até o momento, os corpos de três homens e uma mulher, que eram considerados desaparecidos, foram reconhecidos por seus familiares. "Três dessas quatro pessoas tinham antecedentes penais por delitos de roubo e contra a saúde", explicou Blanca Trujillo, procuradora especializada em pessoas desaparecidas.

Para a retirada dos corpos, as autoridades utilizaram maquinaria pesada e o apoio de cães farejadores.

Além de corpos completos, há restos humanos que estão em processo de identificação.

"Há diferentes partes anatômicas que estão sendo submetidas, tanto pelos antropólogos como pelos legistas, para determinar em que medida este número aumentará", informou Trujillo.

Solís disse que os trabalhos continuarão no terreno para buscar mais cadáveres.

Neste ano em Jalisco foram encontradas 27 fossas clandestinas.

Veja também

Trump endurece sanções a Cuba em aceno a eleitores latinos da Flórida
internacional

Trump endurece sanções a Cuba em aceno a eleitores latinos da Flórida

França dobra período de licença paternidade para 28 dias
internacional

França dobra período de licença paternidade para 28 dias