Recorde: panda gigante de 23 anos dá à luz a gêmeos na China

Com isso, Haizi passa a ser a panda mais velha a dar à luz em cativeiro, informou o Centro de Reprodução do Panda Gigante em Chengdu

Mãe e filhote pandas Mãe e filhote pandas  - Foto: Handout / Tokyo Zoological Park Society / AFP

Uma panda gigante de 23 anos, idade recorde para a espécie, pariu um casal de gêmeos em cativeiro na China - anunciou a agência oficial de notícias Nova China, nesta quinta-feira (3).

Leia também:
Universitário recupera filhote de pitbull que estava desaparecida
Pela primeira vez, panda fêmea está grávida na França

Com isso, Haizi passa a ser a panda mais velha a dar à luz em cativeiro, informou o Centro de Reprodução do Panda Gigante em Chengdu, na província de Sichuan, citado pela agência. Na comparação com humanos, a mamãe panda teria em torno de 80 anos.

Os bebês nasceram no domingo (30). O macho pesa 123 gramas, e a fêmea, 175 gramas. Haizi já havia dado à luz outros dois gêmeos, quando tinha 19 anos. Ela vive na reserva natural de Wolong, que também fica em Sichuan.

A boa-nova chega após o nascimento, na última segunda-feira (31), na China, de um bebê panda gigante concebido após a união de uma fêmea em cativeiro com um macho em liberdade - um fato inédito

Veja também

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU
Mundo

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU

Trump sairá de Washington horas antes da posse de Biden na quarta-feira (20)
Estados Unidos

Trump sairá de Washington horas antes da posse de Biden na quarta-feira (20)