Refugiados: 50 países firmam compromisso

Recorde de 65 milhões de pessoas foram deslocadas no mundo, incluindo 21 milhões de refugiados competindo por raras oportunidades de assentamento

Legião Urbana 30 anosLegião Urbana 30 anos - Foto: Divulgação

O presidente americano, Barack Obama, anunciou ontem na ONU o compromisso de cerca de 50 países para acolher 360 mil refugiados, o que representa o dobro em relação ao ano passado. “Juntos, nossos países duplicarão o número de refugiados que nós receberemos (...) fazendo chegar a 360 mil este ano”, declarou, saudando em especial os esforços de Alemanha e Canadá.

Um recorde de 65 milhões de pessoas foram deslocadas no mundo, incluindo 21 milhões de refugiados competindo por raras oportunidades de assentamento. Em seu sexto ano, a guerra na Síria já deslocou nove milhões de pessoas, enquanto mais de quatro milhões fugiram para os países vizinhos.

Muitos países incrementaram suas contribuições financeiras diante do apelo da ONU e de organizações humanitárias internacionais, o que representou um aumento de 4,5 bilhão de dólares em relação aos valores de 2015. O governo Obama anunciou que aumentará o número de refugiados que os Estados Unidos receberão em 2017 a 110 mil pessoas, contra os 85 mil deste ano.

Veja também

Piñera vota em plebiscito no Chile sobre mudança na Constituição
Chile

País sai às urnas neste domingo (25) para decidir sobre a elaboração de uma nova Constituição

Covid-19: OMS registra recorde de casos pelo terceiro dia consecutivo
Coronavírus

Covid-19: OMS registra recorde de casos pelo terceiro dia consecutivo