Romênia abolirá decreto sobre legislação anticorrupção

Primeiro-ministro do país, Sorin Grindeanu, afirmou que não quer dividir o país

Primeiro-ministro da Romênia, Sorin GrindeanuPrimeiro-ministro da Romênia, Sorin Grindeanu - Foto: Andrei Pungovischi/AFP

O primeiro-ministro romeno Sorin Grindeanu declarou neste sábado (4) que seu governo retirará o decreto que promulgou para suavizar a legislação anticorrupção, após os protestos em todo o país, os maiores desde a queda do comunismo em 1989.

"Amanhã (domingo) vamos nos reunir para abolir esse decreto", anunciou o chefe de governo social-democrata durante uma declaração pública. Grindeanu declarou que faria isso porque não deseja "dividir a Romênia".

O decreto foi aprovado nesta terça-feira (31) pelo governo sem passar pelo Parlamento e desde então uma média de 200 mil pessoas saíram diariamente para protestar nas ruas do país.

Veja também

América Latina e Caribe superam 40 milhões de casos de Covid-19
Coronavírus

América Latina e Caribe superam 40 milhões de casos de Covid-19

Nasa seleciona SpaceX para missão à lua de Júpiter
ESPAÇO

Nasa seleciona SpaceX para missão à lua de Júpiter