Rússia e Turquia lançam novos ataques aéreos na Síria

Ancara e Moscou já lançaram ataques aéreos conjuntos contra o EI em Al-Bab, em 18 e 21 de janeiro

Aviões de Rússia e Turquia voltaram a atacar na Síria posições do grupo Estado Islâmico (EI) em Al-Bab, na região de Aleppo - anunciou o Ministério russo da Defesa, nesta quinta-feira (26).

"Em 26 de janeiro, as forças aéreas da Rússia e da Turquia lançaram mais uma operação aérea comum contra o grupo Estado Islâmico na zona de Al-Bab", declarou o Exército russo em um comunicado.

"Essa operação aérea, em acordo com a parte síria, envolveu bombardeiros Su-24M e caças Su-35S da Aviação russa na companhia de aviões de combate F-16 e F-4 da aviação turca", completou a nota, acrescentando que os aparelhos russos "destruíram três centros de comando e de comunicações e várias posições fortificadas".

Ancara e Moscou já lançaram ataques aéreos conjuntos contra o EI em Al-Bab, em 18 e 21 de janeiro. No total, esses diferentes ataques destruíram 58 alvos do EI, relatou o Exército russo nesta quinta.

Os dois países disseram ter assinado, em 12 de janeiro passado, um acordo especificando os mecanismos para "coordenar" seus ataques aéreos na Síria contra "alvos terroristas".
Junto com Irã, os dois patrocinaram um cessar-fogo entre o governo sírio e os grupos rebeldes. A trégua entrou em vigor em 30 de dezembro e levou à redução da violência, apesar de suas violações frequentes.

Veja também

Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas
Polêmica

Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas

Joe Biden e Kamala Harris homenageiam 400 mil vítimas da Covid-19 no país
Estados Unidos

Biden e Kamala homenageiam 400 mil vítimas da Covid-19