Sacerdotes judeus celebram a páscoa no muro das lamentações

Milhares de judeus fazem a peregrinação a Jerusalém durante o feriado de oito dias de Pessach, que comemora o êxodo dos israelitas da escravidão no Egito há cerca de 3.500 anos

Páscoa judaica Páscoa judaica  - Foto: Menehem Kahana / AFP

Sacerdotes judeus usando "Talit" (xales de oração) participam da oração Cohanim (bênção do sacerdote) durante o feriado da Páscoa (Pessach) no Muro das Lamentações, na Cidade Velha de Jerusalém,nesta segunda (2) .

Leia também:
Em mensagem pela Páscoa, Papa condena 'extermínio' na Síria
Polícia israelense interroga Netanyahu em caso de suposta corrupção

Milhares de judeus fazem a peregrinação a Jerusalém durante o feriado de oito dias de Pessach, que comemora o êxodo dos israelitas da escravidão no Egito há cerca de 3.500 anos e eles se lembram de sua situação ao se absterem de comer alimentos levedados.

 

Veja também

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte
internacional

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte

Vacinação eficiente contra Covid vai depender de estatísticas, diz agência de saúde europeia
Coronavírus

Vacinação eficiente contra Covid vai depender de estatísticas, diz agência de saúde europeia