Santos reabre o diálogo de paz com as Farc

O pacto selado há uma semana em Cartagena foi o resultado de negociações iniciadas quando Santos assumiu seu primeiro governo, em 2010

Cinquenta Tons de LiberdadeCinquenta Tons de Liberdade - Foto: Divulgação

 

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, reabriu na última segunda-feira (3) o diálogo em busca da paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), e confirmou no cargo seu chefe negociador, Humberto de la Calle, após o referendo que rejeitou o acordo com a guerrilha.

"Designei o doutor Humberto de la Calle – que ratifiquei como chefe negociador – a chanceler María Ángela Holguín e o ministro da Defesa, Luis Carlos Villegas, para que, na maior brevidade, iniciem os diálogos que nos permitam abordar todos os temas necessários para obter um acordo e culminar com sucesso o sonho de toda a Colômbia de acabar com a guerra com as Farc", disse Santos em mensagem à Na­ção, agradecendo o apoio de representantes políticos, com quem se reuniu mais cedo, "para continuar buscando a paz e para estabelecer os diálogos necessários para não jogar fora os quase seis anos de grandes esforços".

O pacto selado há uma semana em Cartagena com as Farc foi o resultado de negociações iniciadas quando Santos assumiu seu primeiro governo, em 2010, o qual foi reeleito em 2014.

 

Veja também

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam
EUA

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam

Pandemia implode sistema de testes, e Alemanha e França reimpõem bloqueios
Coronavírus

Pandemia implode sistema de testes, e Alemanha e França reimpõem bloqueios