Sírios anunciam tentativa de retomar Raqqa, base do Estado Islâmico

A iniciativa acontece três semanas depois que forças iraquianas iniciaram uma tentativa de retomar o controle de Mossul

Síria está em guerra civil desde 2011Síria está em guerra civil desde 2011 - Foto: Omar Haj Kadour / AFP

Forças sírias apoiadas pelos EUA anunciaram neste domingo (6) o início de uma campanha para retomar Raqqa, cidade síria considerada a capital do Estado Islâmico.
"Começou a grande batalha para a libertação de Raqqa e sua província", anunciou um comandante das Forças Democráticas da Síria durante uma coletiva de imprensa em Ein Issa, norte de Raqqa.

A iniciativa acontece três semanas depois que forças iraquianas, também apoiadas pelos EUA, iniciaram uma tentativa de retomar o controle de Mossul, igualmente dominada pelo EI.

Forças Democráticas da Síria são compostas majoritariamente por sírios de origem curda da milícia YPG e são consideradas pelos EUA como o mais efetivo grupo que luta contra o Estado Islâmco.

O grupo, porém, é visto como uma organização terrorista pela Turquia, que já disse que não aceitaria a participação dos curdos na luta contra o EI.

Veja também

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte
internacional

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte

Vacinação eficiente contra Covid vai depender de estatísticas, diz agência de saúde europeia
Coronavírus

Vacinação eficiente contra Covid vai depender de estatísticas, diz agência de saúde europeia