Sobe para 248 número de clubes ingleses envolvidos em escândalo de pedofilia

Federação Inglesa e os clubes são acusados de encobrir atos de pedofilia durante décadas

Londres, na InglaterraLondres, na Inglaterra - Foto: Daniel Leal-Olivas/AFP

O número de clubes envolvidos no escândalo de pedofilia, divulgado em dezembro, aumentou para 248, segundo novo balanço publicado pela polícia inglesa.

A maioria dos casos aconteceu há mais de 20 anos, chegando a afetar 246 vítimas, inclusive crianças de apenas quatro anos. Todas as divisões do futebol inglês foram afetadas, inclusive quatro clubes da Premier League.

O escândalo surgiu quando um antigo funcionário chamado Andy Woodward, hoje com 43 anos, que jogou no Sheffield United, contou os abusos que sofreu de Barry Bennell, um ex-técnico das categorias de base do Manchester City, Crewe Alexandra e do Stoke City.

Woodward abriu o caminho para muitas outras vítimas revelarem seus casos. Desde então, mais de 20 jogadores falaram que foram agredidos sexualmente por treinadores ou olheiros quando eram mais novos.

A Federação Inglesa e os clubes são acusados de encobrir atos de pedofilia durante décadas.

Como resposta, várias investigações foram abertas pela Scotland Yard (a polícia inglesa) em vários pontos do país.

Veja também

Itália anuncia reabertura gradual a partir do final de abril
Pandemia

Itália anuncia reabertura gradual a partir do final de abril

Rússia proíbe a entrada do diretor do FBI e de diretora da inteligência dos EUA
Mundo

Rússia proíbe a entrada do diretor do FBI e de diretora da inteligência dos EUA