Sobrinho é suspeito por morte da brasileira na Espanha

A família foi encontrada em 18 de setembro passado, em uma casa na localidade de Pioz, depois que um vizinho alertou sobre o mau cheiro

Cantora Marília Mendonça Cantora Marília Mendonça  - Foto: Divulgação

 

A Justiça espanhola acredita que um suspeito no caso da família brasileira encontrada esquartejada em setembro, a 60 km de Madri, possa estar no Brasil e que seria um sobrinho de uma das vítimas. O ministro do Interior espanhol, Jorge Fernández Díaz, disse que o suposto autor é um parente. “(Era) um sobrinho do pai da família, que irá completar 20 anos no próximo mês de novembro”, disse.

A família foi encontrada em 18 de setembro passado, em uma casa na localidade de Pioz, depois que um vizinho alertou sobre o mau cheiro que emanava do imóvel. Em uma nota emitida ontem, o Superior Tribunal de Justiça da região de Castilla-La Mancha disse que, no último 22 de setembro, foi dada “uma ordem de detenção europeia e internacional contra uma pessoa, da qual existem indícios racionais de criminalidade relacionados com os fatos”.

“Sabe-se que ele deixou a Espanha em 20 de setembro, tendo suspeitas de que pudesse estar no Brasil”, indicou o texto emitido.

 

Veja também

Grécia anuncia confinamento parcial para conter coronavírus
Pandemia

Grécia anuncia confinamento parcial para conter coronavírus

Biden e Trump cortejam eleitores no Meio Oeste a quatro dias das eleições
EUA

Biden e Trump cortejam eleitores no Meio Oeste a quatro dias das eleições