Sul do Japão está em alerta por chegada do tufão Chaba

Está previsto que o tufão alcance a ilha de Honshu, a principal do Japão, durante a semana

DORaliceDORalice - Foto: Divulgação

O potente tufão Chaba se dirigia nesta segunda-feira (3) à região do arquipélago de Okinawa, no extremo sul do Japão, provocando o cancelamento de mais de trezentos voos e o decreto de alerta máximo por tempestade.

A violenta tempestade, acompanhada de ventos com rajadas de 306 km/hora, se deslocava a noroeste perto de Okinawa, indicou a agência meteorológica do Japão. A agência emitiu um alerta de nível máximo, o que significa que o tufão pode ser o mais potente no Japão em décadas e que pode causar graves danos.

As autoridades de Naha, capital de Okinawa, recomendaram a evacuação dos 320. mil habitantes da cidade, segundo a rádio pública NHK, embora não tenha sido detectado nenhum dano ou ferido até o momento.

Está previsto que o tufão alcance a ilha de Honshu, a principal do Japão, durante a semana, antes de cruzar o arquipélago japonês, segundo a agência meteorológica. Mais de 300 voos foram cancelados e o aeroporto de Naha permaneceu fechado na manhã desta segunda-feira, segundo a NHK. As escolas primárias e os estabelecimentos de ensino médio da região de Okinawa permaneceram fechados nesta segunda-feira, segundo os meios de comunicação.

Os tufões costumam afetar o Japão com regularidade, como o Lionrock, que provocou a morte de 22 pessoas no mês passado, ou o Malakas, responsável por uma morte em setembro.

Veja também

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte
internacional

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte

Vacinação eficiente contra Covid vai depender de estatísticas, diz agência de saúde europeia
Coronavírus

Vacinação eficiente contra Covid vai depender de estatísticas, diz agência de saúde europeia