Suposto autor de atentado em Nova York se declara inocente

Ahmad Khan Rahimi se disse não culpado de oito acusações federais apresentadas contra ele

Prefeitura de JaboatãoPrefeitura de Jaboatão - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco/arquivo

O suposto autor dos atentados cometidos em setembro em Nova York e Nova Jersey, que passou muito tempo imobilizado pelos ferimentos, declarou-se inocente nesta quinta-feira ante o tribunal federal de Manhattan.

Ahmad Khan Rahimi se disse não culpado de oito acusações federais apresentadas contra ele, informou um porta-voz da procuradoria.

Todas as acusações estão relacionadas com as bombas artesanais que, suspeita-se, colocou em Manhattan e Nova Jersey no fim de semana em 17 de setembro.

Um dos artefatos explodiu no bairro de Chelsea e deixou 31 feridos.

Rahimi, americano de origem afegão de 28 anos, não pôde comparecer perante o juiz durante semanas devido aos múltiplos ferimentos sofridos durante a operação que levou à sua prisão em 19 de setembro, em Nova Jersey.

Após sua prisão, foram encontradas anotações nas quais o jovem - que fez várias viagens ao Afeganistão e ao Paquistão - mencionava Osama bin Laden e um ideólogo da Al Qaeda, assim como motivações extremistas.

Rahimi é defendido pelo advogado David Patton. É o único suspeito no caso.

Veja também

Estados Unidos superam os nove milhões de casos da Covid-19
Pandemia

Estados Unidos superam os nove milhões de casos da Covid-19

Covid-19: Itália tem novo recorde de notificações, com 31 mil novos casos em 24 horas
Covid-19

Itália tem novo recorde de notificações de casos