Supremo Tribunal da Venezuela ratifica condenação de opositor Leopoldo López

" É uma realidade e um ato de absoluta injustiça", declarou o advogado de defesa Juan Carlos Gutiérrez

A Sala de Cassação do Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela ratificou, nesta quinta-feira (16), a condenação de quase 14 anos contra o opositor Leopoldo López, um dia depois de o presidente americano, Donald Trump, ter pedido sua libertação.

"Declarou inadmissível o recurso de cassação. É uma realidade e um ato de absoluta injustiça", declarou à AFP o advogado de defesa Juan Carlos Gutiérrez, acrescentando que o caso fica encerrado na Venezuela e que, agora, resta recorrer a instâncias internacionais.

Veja também

Acusado de furar fila da vacina, chefe do Estado-Maior espanhol renuncia
Coronavírus

Acusado de furar fila da vacina, chefe do Estado-Maior espanhol renuncia

Oslo em semiconfinamento devido a surto de variante inglesa do coronavírus
Coronavírus

Oslo em semiconfinamento devido a surto de variante inglesa do coronavírus