Suspeito de ataque no Texas pretendia se explodir no McDonald's

Mark Conditt, suposto autor dos ataques que deixaram dois mortos e vários feridos, morreu ao detonar uma bomba em seu automóvel na quarta

Policiais investigam casa do suspeito a ataques no TexasPoliciais investigam casa do suspeito a ataques no Texas - Foto: AFP

O suspeito de uma série de atentados com pacotes-bomba que aterrorizaram o Texas nas últimas semanas deixou uma confissão em vídeo na qual revela que pretendia um ataque suicida contra uma lanchonete do McDonald's, informa nesta quinta-feira a imprensa local.

Mark Conditt, suposto autor dos ataques que deixaram dois mortos e vários feridos, morreu ao detonar uma bomba em seu automóvel na quarta-feira, quando a polícia se preparava para detê-lo.

Leia também:
Suposto autor dos ataques com explosivos no Texas está morto
Sexta explosão no Texas deixa um ferido


Segundo o jornal Austin American-Statesman, o jovem se descreve no vídeo como um "psicopata", que foi molestado desde a infância, e que planejava se explodir no McDonald's diante do risco de prisão.

Os investigadores seguem tentando determinar o que motivou os atentados e se há cúmplices, e também saber como Conditt, um jovem desempregado que não concluiu a faculdade, aprendeu a fabricar bombas com certo grau de sofisticação.

Os atentados, que começaram no dia 2 de março, aterrorizaram Austin, uma cidade de quase um milhão de habitantes.

Veja também

Legislativo boliviano recomenda julgamento contra presidente interina por violência de 2019
Bolívia

Legislativo boliviano recomenda julgamento contra presidente interina por violência de 2019

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França, informa Itamaraty
internacional

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França