Tiroteio em loja Walmart do Colorado deixa dois mortos

"Múltiplos feridos. Por favor, fiquem longe da área", alertou no Twitter a polícia de Thornton, ao norte de Denver

Tiroteio em Walmart do Colorado Tiroteio em Walmart do Colorado  - Foto: @TheWilliamCrail /Twiter

Depois de dois dias do atentado ao sul de Manhattan, em Nova York, onde oito pessoas foram mortas, atropeladas por um uzbeque de 29 anos, um tiroteio voltou a causar pânico aos norte-americanos na noite desta quarta-feira (1º). Até o fechamento desta edição, ao menos duas pessoas morreram atingidas dentro de uma loja de departamentos Walmart no Colorado, informou a polícia. "Múltiplos feridos. Por favor, fiquem longe da área", alertou no Twitter a polícia de Thornton, ao norte de Denver.

O Thornton Town Center, onde fica a loja Walmart, é um centro comercial de grande movimento e inclui vários outros grupos varejistas, além de restaurantes, cinema e teatro, segundo o jornal "Denver Post". Testemunhas ouvidas pelo jornal americano relataram terem ouvido tiros, e muitas conseguiram fugir para o estacionamento do centro comercial. A polícia de Thornton não informou se o atirador havia fugido ou se ele teria sido atingido na troca de tiros. “ Neste momento, não há um atirador ativo”, declarou a polícia, em twitter.

Leia também:
Terrorista de Nova York se radicalizou nos EUA e era ligado ao Estado Islâmico
Cinco dos mortos em atropelamento de Nova York eram argentinos
Las Vegas: 45 pessoas permanecem hospitalizadas após ataque de atirador


No mês passado, um atirador matou 58 pessoas em Las Vegas, no mais sangrento tiroteio da história recente dos Estados Unidos. Segundo um estudo divulgado em outubro, ao menos 33 mil pessoas morrem anualmente por armas de fogo nos Estados Unidos, um país onde a posse de armas está prevista na Constituição e comprar uma pistola ou fuzil não representa grandes dificuldades.

Veja também

EUA não suspenderão proibições a viagens, apesar do anúncio de Trump, diz porta-voz de Biden
Pandemia

EUA não suspenderão proibições a viagens, apesar do anúncio de Trump, diz porta-voz de Biden

Oxigênio enviado a Manaus pela Venezuela cruza fronteira com o Brasil
Solidariedade

Oxigênio enviado a Manaus pela Venezuela cruza fronteira com o Brasil