Traficante brasileiro chefe de quadrilha no Paraguai é detido em Assunção

Adriano Augustin Calonga Lechuga é considerado o chefe de um grupo criminoso dedicado ao tráfico de armas e de cocaína do Paraguai ao Brasil

Adriano Lechuga, traficante brasileiroAdriano Lechuga, traficante brasileiro - Foto: Divulgação

Agentes antidrogas paraguaios detiveram nesta terça-feira (30) em um departamento de Assunção o traficante brasileiro Adriano Augustin Calonga Lechuga, considerado o chefe de um grupo criminoso dedicado ao tráfico de armas e de cocaína do Paraguai ao Brasil. A informação é da agência Efe.

A detenção aconteceu em um edifício de apartamentos luxuosos em um bairro da capital paraguaia, onde Adriano vivia sozinho, segundo informou a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad). O brasileiro, que permanece na sede de operações da Senad, estava foragido desde meados de 2017 e se refugiou no Paraguai para continuar com suas operações de narcotráfico, disse a fonte em um comunicado.

Leia também:
Traficante mais procurado do Brasil é preso no Paraguai
Beira-Mar deve permanecer no regime disciplinar diferenciado


Sua saída do Brasil ocorreu após a “Operação Malote", realizada pela Polícia Federal brasileira e na qual foram confiscados mais de 400 quilos de cocaína e cinco toneladas de maconha. De acordo com a Senad, o traficante liderava no Paraguai uma organização que transferia até 400 quilos de cocaína e toneladas de maconha para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

As autoridades paraguaias aguardam a extradição de Adriano ao Brasil, onde existe uma ordem de prisão contra o mesmo, explicou a Senad.

Veja também

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico
Plebiscito

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico

Piñera vota em plebiscito no Chile sobre mudança na Constituição
Chile

País sai às urnas neste domingo (25) para decidir sobre a elaboração de uma nova Constituição