Tremor de magnitude 6,1 na escala Richter atinge leste de Taiwan

Até o momento, não há registro de vítimas ou danos materiais

O terremoto registrou 6,1 na escala Richter. O terremoto registrou 6,1 na escala Richter.  - Foto: Reprodução/ USGS.

Um terremoto de 6 graus de magnitude foi registrado em Taiwan, nesta quinta-feira (18), causando abalo até em arranha-céus e interrupções no trânsito - informou o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

Na capital, Taipei, os arranha-céus sacudiram violentamente, enquanto algumas crianças tiveram de deixar suas aulas, em pânico, no leste do condado de Yilan, segundo os primeiros informes.

Leia também:
As lições do Haiti nove anos após terremoto
Terremoto deixa mortos e feridos na Indonésia

A imprensa local informou que o terremoto foi sentido em toda ilha. Além disso, uma estrada que liga Yilan a Hualien teve de ser fechada, devido à queda de rochas sobre a via.

O sismo aconteceu às 13h01 locais (2h01 em Brasília) a uma profundidade de 19 quilômetros no leste de Hualien. Ainda não há informações sobre vítimas.

Inicialmente, o centro de meteorologia de Taiwan relatou um sismo de magnitude 6,1.

A Agência Meteorológica do Japão advertiu que as pessoas que vivem perto da costa poderiam observar algum efeito sobre o nível do mar, mas descartaram um tsunami.

"Devido a este terremoto, as áreas costeiras do Japão podem observar leves mudanças na superfície oceânica, mas não há risco de danos", disse a agência.

No ano passado, Hualien foi atingida por um terremoto de magnitude 6,4 que deixou 17 mortos.

Taiwan se encontra perto da união de duas placas tectônicas e é afetado, regularmente, por tremores.

O pior terremoto da ilha nas últimas décadas foi um de magnitude 7,6 em setembro de 1999. Nele, 2.400 pessoas morreram.

Veja também

Vírus ebola pode ser ativado em sobrevivente anos após a infecção, aponta estudo
SAÚDE

Vírus ebola pode ser ativado em sobrevivente anos após a infecção, aponta estudo

Bolívia rejeita relatório 'tendencioso' de Biden criticando sua luta contra as drogas
Drogas

Bolívia rejeita relatório 'tendencioso' de Biden criticando sua luta contra as drogas