Trump adverte sobre chegada aos EUA de 'traficantes cruéis' das Bahamas

"Devemos ter muito cuidado" com as pessoas admitidas no território americano, disse o presidente republicano a jornalistas na Casa Branca

Donald TrumpDonald Trump - Foto: Nicholas kamm/ AFP

Donald Trump disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos devem "prestar atenção" às pessoas procedentes das Bahamas que são recebidas no território dos EUA após a passagem do furacão Dorian, advertindo sobre a possível chegada de "traficantes muito cruéis".

"Devemos ter muito cuidado" com as pessoas admitidas no território americano, disse o presidente republicano a jornalistas na Casa Branca.

"Todos devem apresentar os documentos corretos (...). As Bahamas têm muitos problemas com as pessoas que (...) não deveriam estar lá e não quero que estas pessoas que não deveriam estar nas Bahamas possam vir para os Estados Unidos, incluindo gente muito má, quadrilheiros e traficantes".

Leia também:
Trump diz que está aberto a negociações com o Irã
Trump diz que China poderá ser afetada sem negociação comercial

Os comentários do presidente ocorrem após a chegada neste final de semana, à Flórida, de um ferry com quase 1.500 vítimas da passagem do Dorian pelas Bahamas.

Mas centenas de pessoas não puderam entrar nos Estados Unidos por falta de visto.

"Há confusão e foi isto o que ocorreu aqui", disse Trump na Casa Branca mais cedo nesta segunda-feira, acrescentando que as pessoas "cujas vidas estão em risco" serão admitidas nos Estados Unidos, desde que não representem uma ameaça para o país.

Segundo o último boletim, Dorian matou ao menos 45 pessoas nas Bahamas após devastar o norte deste arquipélago caribenho.

Veja também

Fogos em nove fazendas destruíram 141 mil hectares no Pantanal
Pantanal

Fogos em nove fazendas destruíram 141 mil hectares no Pantanal

China promete neutralidade em carbono até 2060
Meio Ambiente

China promete neutralidade em carbono até 2060