Trump anuncia novas sanções 'importantes' contra o Irã

Trump disse que havia aprovado ataques contra o Irã, mas voltou atrás e cancelou a operação

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos Donald Trump, presidente dos Estados Unidos  - Foto: Saul Loeb/AFP

O presidente Donald Trump disse neste sábado (22) que os Estados Unidos vão impor novas sanções "importantes" ao Irã na segunda (24), horas depois de declarar que seria o novo "melhor amigo" da república islâmica se ela renunciasse às armas nucleares.

"Vamos pôr sanções adicionais importantes sobre o Irã na segunda-feira (24)", escreveu Trump em uma rede social. "Espero o dia em que as sanções sobre o Irã sejam levantadas e eles se tornem uma nação próspera e produtiva outra vez - Quanto antes melhor!", acrescentou.

Leia também:
Estado do Arizona vira aposta democrata para derrotar Trump em 2020
Trump afirma que cancelou ataque ao Irã momentos antes do início


Antes de partir para a residência de Camp David, neste sábado, o presidente afirmou ainda a jornalistas que uma ação militar contra o Irã está "sempre na mesa". Mas ele acrescentou que está aberto para chegar rapidamente a um acordo com o país, que ajudaria a impulsionar a economia da república islâmica.

"Chamaremos de 'Vamos fazer o Irã grande de novo", disse.

Na sexta (21), Trump disse que havia aprovado ataques contra o Irã, mas voltou atrás e cancelou a operação. A atitude foi tomada após o Irã ter derrubado um drone americano.

Trump, então, diz ter considerado a ação desproporcional à derrubada do drone. Ele escreveu em uma rede social que não tem pressa para realizar os ataques e que as Forças Armadas dos EUA "estão reconstruídas, novas, prontas para a ação e são a melhor do mundo."

Neste sábado (22), o Irã afirmou que qualquer ataque contra seu território teria consequências devastadoras para os interesses americanos na região.

"Atirar uma bala em direção ao Irã irá provocar a destruição dos interesses da América e de seus aliados" na região, declarou o general de brigada Abolfazl Shekarchi, porta-voz do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas iranianas em uma entrevista à agência Tasnim.

Veja também

"Voltaremos de alguma forma", diz Trump antes de partir de Washington
PRESIDÊNCIA

"Voltaremos de alguma forma", diz Trump antes de sair

Vulcão Etna entra em erupção
FENÔMENO

Vulcão Etna entra em erupção