Trump culpa Coreia do Norte pela morte de um estudante, sem mencionar Kim

Jovem de 22 anos morreu após ser enviado de volta aos Estados Unidos em coma

Presidente americano, Donald TrumpPresidente americano, Donald Trump - Foto: Mandel Ngan/AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que a Coreia do Norte é responsável pela morte de um estudante americano que morreu após supostamente ter sofrido tortura sob custódia, mas não culpou diretamente o líder Kim Jong Un.

Trump suscitou críticas generalizadas quando disse aos jornalistas na cúpula desta semana com Kim no Vietnã que acreditava no líder norte-coreano quando afirmava não saber o que aconteceu com Otto Warmbier durante sua prisão.

Leia também:
No Vietnã, Trump promete futuro tremendo à Coreia do Norte e diz que Kim é grande líder
Segunda cúpula entre EUA e Coreia do Norte será na Ásia

"É claro, responsabilizo a Coreia do Norte pelos maus-tratos e pela morte de Otto", escreveu Trump no Twitter após os pais de Warmbier intervirem na disputa.

"O mais importante é que Otto Warmbier não terá morrido em vão. Otto e sua família se tornaram um tremendo símbolo de forte paixão e fortaleza, que durará muitos anos no futuro".

Warmbier, de 22 anos, morreu dias depois de ser enviado de volta aos Estados Unidos da Coreia do Norte em estado de coma em 2017.

Veja também

Mundo ultrapassa a marca de 100 milhões de casos por Covid-19
Coronavírus

Mundo ultrapassa a marca de 100 milhões de casos por Covid-19

Na 1ª conversa com Putin, Biden confirma acordo nuclear e lista temas incômodos
EUA

Na 1ª conversa com Putin, Biden confirma acordo nuclear