Trump diz que pode começar "grande deportação" em duas semanas

O governo planeja realizar batidas maciças em grandes cidades norte-americanas para deter imigrantes ilegais, que poderão ser expulsos do país

Presidente dos EUA, Donald TrumpPresidente dos EUA, Donald Trump - Foto: Mandel Ngan / AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste domingo (23), em postagem no Twitter, que congressistas do Partido Democrata têm até duas semanas para negociar mudanças nas regras sobre asilo e "vazios" legais, antes que ele inicie o que chamou de "grande deportação" de imigrantes ilegais.

"Eu quero dar aos democratas a última chance de negociar rapidamente mudanças simples em asilo e lacunas legais. Isso vai consertar a Fronteira Sul, junto com a ajuda que o México está nos dando agora. Provavelmente não vai acontecer, mas vale a pena tentar. Duas semanas e a grande deportação começa!", tuitou.

Leia também
Trump assina primeiro veto na Presidência para financiar muro na fronteira
Trump anuncia novas sanções 'importantes' contra o Irã
Trump diz que há boa chance de EUA chegarem a acordo com México


O governo planeja realizar batidas maciças em grandes cidades norte-americanas para deter imigrantes ilegais, que poderão ser expulsos do país. O processo, no entanto, foi suspenso ontem por Trump para que, segundo ele, parlamentares dos dois principais partidos do país: democratas(oposição) e republicanos (situação) encontrem uma "solução" para os problemas de asilo na fronteira sul.

O anúncio de Trump foi feito logo após a presidente da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, democrata, ter dito que o terror será injetado no país.

Veja também

Presidente chinês promete um bilhão de doses da vacina anticovid à África
Vacinação

Presidente chinês promete um bilhão de doses da vacina anticovid à África

'Nunca mais!': o grito da OMS para a Covid-19
Saúde

'Nunca mais!': o grito da OMS para a Covid-19