Mundo

Trump nomeia genro para alto assessor da Casa Branca

Analistas estimam que designação pode violar lei federal de nepotismo

Vereador do Recife Ivan Moraes Filho (PSOL)Vereador do Recife Ivan Moraes Filho (PSOL) - Foto: Beto Figueiroa/Divulgação

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta segunda-feira (9) a designação de seu genro, Jared Kushner, promotor imobiliário e editor de revistas, como alto conselheiro da Casa Branca, ignorando várias questões legais e éticas.

"Jared tem sido um ativo tremendo e um assessor de confiança através da campanha e da transição, e estou orgulhoso por tê-lo em um papel de liderança no meu governo", declarou Trump.

O jovem Kushner, um judeu ortodoxo que fará 36 anos nesta terça-feira (10), é casado com a filha mais velha de Trump, Ivanka, com quem tem três filhos.

Vários analistas estimam que a designação de Jared pode violar a lei federal de nepotismo e representar conflito de interesses entre seus negócios e o trabalho para o governo.

"Kushner está determinado a respeitar as leis federais americanas em matéria de ética e estamos em contato com o bureau federal de ética governamental sobre as medidas a adotar", disse Jamie Gorelick, advogado de Kushner na empresa WilmerHale e procurador-geral no governo de Bill Clinton.

Kushner preside uma grande empresa imobiliária, herdada de seu pai.Proprietário de uma revista imobiliária e de outra destinada à elite de Manhattan, Kushner conquistou a confiança de seu sogro ao administrar com excelência sua campanha nas redes sociais.

Segundo o jornal The New York Times, a equipe de transição de Trump teria pedido aos responsáveis do governo de Barack Obama que entreguem a Kushner tudo sobre o tema de política externa que possa merecer a atenção do novo presidente.

Veja também

Ucrânia defende o Donbass após intensificação do avanço russo
Guerra na Ucrânia

Ucrânia defende o Donbass após intensificação do avanço russo

Rússia anuncia novo disparo bem-sucedido de um míssil hipersônico
Guerra na Ucrânia

Rússia anuncia novo disparo bem-sucedido de um míssil hipersônico