Trump pede que EUA ajam com inteligência após ataque em Paris

Ataque aconteceu na entrada da turística galeria do Carrousel do Louvre, que dá acesso ao museu mais frequentado do mundo

Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald TrumpPresidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump - Foto: Don Emmert/AFP

O presidente Donald Trump afirmou nesta sexta-feira (3) que os Estados Unidos devem agir com inteligência depois que um homem armado com um facão atacou guardas de segurança no Museu do Louvre, em Paris.

Leia mais: Homem grita slogan islâmico e tenta invadir Museu do Louvre em Paris

"Um novo terrorista islâmico radical acaba de atacar no Museu do Louvre de Paris. Os turistas foram confinados. A França em tensão outra vez. VAMOS SER INTELIGENTES", tuitou Trump.

Um homem atacou uma patrulha militar com um facão e aos gritos de "Alá é grande" antes de ser gravemente ferido pelo disparo de um soldado, uma agressão que o primeiro-ministro francês afirmou ser de "caráter terrorista".

O ataque aconteceu na entrada da turística galeria do Carrousel do Louvre, que dá acesso ao museu mais frequentado do mundo.

O soldado atacado ficou levemente ferido no couro cabeludo, enquanto o agressor foi ferido na barriga e está em estado grave.

Veja também

França registra cinco novos casos de trombose sem morte entre vacinados com AstraZeneca
Coronavírus

França registra cinco novos casos de trombose sem morte entre vacinados com AstraZeneca

Regulador europeu afirma que benefícios da vacina AstraZeneca aumentam com a idade
Vacina contra Covid-19

Regulador europeu afirma que benefícios da vacina AstraZeneca aumentam com a idade