Tufão Trami deixa dois mortos e centenas de feridos no Japão

Várias ferrovias também permaneciam fora de operação. As empresas ferroviárias suspenderam o tráfego de trens em Tóquio, algo incomum.

Tufão Trami devasta JapãoTufão Trami devasta Japão - Foto: Martin Bureau / AFP

O potente tufão Trami, que atingiu durante o fim de semana boa parte do Japão, deixou pelo menos dois mortos e mais de 120 feridos, além de ter provocado problemas nos sistemas de transporte. O tufão provocou chuvas torrenciais e rajadas de vento de até 216 km/h.

De acordo com as autoridades locais e a polícia, dois homens morreram, um deles em um deslizamento de terra em Tottori (oeste) e outro na cheia de um rio em Yamanashi, localidade próxima do monte Fuji. Duas pessoas foram declaradas desaparecidas.

O tráfego aéreo permanecia prejudicado nesta segunda-feira (1°), com 200 aviões paralisados, um dia após o cancelamento de mais de 1.000 voos. Várias ferrovias também permaneciam fora de operação. As empresas ferroviárias suspenderam o tráfego de trens em Tóquio, algo incomum.

Leia também:
Tufão Trami ameaça Japão
Sobe para 832 número de mortos em tsunami na Indonésia


O tufão Trami é o último de uma série de fenômenos climáticos extremos no Japão, que foi afetado por tufões, inundações, terremotos e ondas de calor nos últimos meses, deixando uma grande quantidade de mortos e provocando amplos danos materiais. O tufão anterior, Jebi, matou mais de 10 pessoas no início de setembro no oeste do arquipélago.

Veja também

Morre por coronavírus o ministro da Defesa colombiano Carlos Holmes Trujillo
Colombia

Morre por coronavírus o ministro da Defesa colombiano Carlos Holmes Trujillo

Vacinação no Reino Unido não será afetada por medida europeia, diz Londres
GARANTIA

Vacinação no Reino Unido não será afetada por medida europeia, diz Londres