Tuíte de Obama após violência na Virgínia se torna o mais curtido da história

Até às 13h desta quarta-feira (16), o post de Obama contava com mais de 3,3 milhões de curtidas e 1,3 milhão de retuítes

Post de Barack Obama, no TwitterPost de Barack Obama, no Twitter - Foto: Reprodução/Twitter

Uma publicação do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, após o episódio de violência em Charlottesville, na Virgínia, se tornou o mais curtido da história do Twitter.

Na mensagem, Obama prega tolerância e reproduz frase do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela. "Ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor de sua pele, por sua origem ou por sua religião", publicou Obama junto de uma imagem em que aparece sorrindo para crianças de diferentes etnias.

De acordo com o site Favstar, que reúne os posts mais curtidos e retuitados do Twitter, o comentário de Obama ultrapassou em número de curtidas uma mensagem da cantora Ariana Grande sobre o atentado terrorista que ocorreu após seu show em Manchester, em maio.

Até às 13h desta quarta-feira (16), o post de Obama contava com mais de 3,3 milhões de curtidas e 1,3 milhão de retuítes. Já a publicação de Ariana apresentava 2,7 milhões de curtidas e 1,1 milhão de retuítes.

No último sábado (12), o confronto entre supremacistas brancos e manifestantes antirracistas resultou em ao menos uma morte, quando James Fields, 20, avançou com um carro sobre um grupo contrário aos extremistas.

Veja foto abaixo:

Veja também

Pedidos de seguro-desemprego aumentam nos EUA após furacão Ida
furacão

Pedidos de seguro-desemprego aumentam nos EUA após furacão Ida

 EUA, Reino Unido e Austrália anunciam novo pacto para conter a China
mundo

EUA, Reino Unido e Austrália anunciam novo pacto para conter a China