UE aprova adiamento do Brexit até 31 de janeiro

O anúncio foi feito pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk

Presidente do Conselho Europeu, Donald TuskPresidente do Conselho Europeu, Donald Tusk - Foto: FREDERICK FLORIN / AFP

Os 27 sócios do Reino Unido na União Europeia (UE) aprovaram nesta segunda-feira uma prorrogação "flexível" da data do divórcio até 31 de janeiro, anunciou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

"Os 27 concordaram em aceitar a solicitação do Reino Unido de um adiamento flexível do Brexit até 31 de janeiro", escreveu Tusk no Twitter, algumas horas antes de uma votação no Parlamento britânico sobre a demanda de eleições antecipadas.

Leia também:
Em cima da hora, União Europeia e Reino Unido chegam a acordo sobre o brexit
Quem é Alberto Fernández, o próximo presidente da Argentina

A decisão, que deve ser formalizada por "escrito", prevê que o Reino Unido pode sair antes, no fim de novembro, dezembro ou janeiro, desde que a ratificação tenha sido concluída, segundo o rascunho do texto ao qual a AFP teve acesso.

O acordo afasta a possibilidade de um Brexit sem acordo em 31 de outubro, uma das exigências dos trabalhistas britânicos para apoiar a demanda do primeiro-ministro Boris Johnson de celebrar eleições antecipadas em 12 de dezembro.

Os europeus recordam na decisão sua recusa em retomar as negociações sobre o acordo divórcio, concluído com Johnson em 17 de outubro, e a necessidade para o Reino Unido de apresentar um candidato a comissário europeu ao continuar como integrante do bloco.

Veja também

Piñera vota em plebiscito no Chile sobre mudança na Constituição
Chile

País sai às urnas neste domingo (25) para decidir sobre a elaboração de uma nova Constituição

Covid-19: OMS registra recorde de casos pelo terceiro dia consecutivo
Coronavírus

Covid-19: OMS registra recorde de casos pelo terceiro dia consecutivo