Mundo

UE pede que se respeite a imunidade diplomática na Venezuela

Questionado se a UE apoia a proteção Lopez, a porta-voz para a política externa da UE, Maja Kocijancic, evitou pronunciar-se sobre a "decisão da Espanha"

Maja Kocijancic, porta-voz de política externa da União EuropeiaMaja Kocijancic, porta-voz de política externa da União Europeia - Foto: Reprodução/Internet

A União Europeia (UE) pediu nesta sexta-feira "respeito pela imunidade diplomática" na Venezuela, após a oposição Leopoldo Lopez encontrou refúgio na residência do embaixador da Espanha naquele país mergulhou em uma crise profunda.

Questionado se a UE apoia a proteção Lopez, a porta-voz para a política externa da UE, Maja Kocijancic, evitou pronunciar-se sobre a "decisão da Espanha", mas pediu "respeito pela imunidade diplomática em todos os casos".

Leia também:
Guaidó pede manifestação pacífica neste sábado na Venezuela
Movimento para derrubar Maduro não foi 'melhor decisão' de Guaidó, diz Mourão
Líder opositor diz que se encontrou com generais venezuelanos antes de atos


Em 30 de abril, o dia em que Lopez foi libertado de sua prisão domiciliar por soldados revoltados contra o governo venezuelano, a oposição e sua família se refugiaram como "convidados" na residência do embaixador espanhol.

Na quinta-feira, um tribunal de Caracas emitiu um mandado de prisão para o líder da oposição por "flagrantemente" violar a prisão domiciliar que foi decidida em agosto de 2017, mas Madri se recusa a entregar o opositor.

Veja também

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais
Londres

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais

Gallup: Aprovação de Biden atinge menor nível entre presidentes na série histórica, em 38,7%
ELEIÇÕES EUA

Gallup: Aprovação de Biden atinge menor nível entre presidentes na série histórica, em 38,7%

Newsletter