A-A+

Um morto e 8.800 desabrigados por inundações no Uruguai

País enfrenta inundações há uma semana, metade do território está sob alerta

Ciclone extratropical se afasta do UruguaiCiclone extratropical se afasta do Uruguai - Foto: ClimaTempo

Um homem morreu e 8.774 pessoas tiveram que deixar suas casas no Uruguai por causa de inundações que há uma semana afetam boa parte do país.

Um homem de 44 anos que regressava para casa buscar alguns pertences foi arrastado pelas águas em Santa Lucia, a 60 km ao norte de Montevidéu, e seu corpo foi encontrado horas depois.

Uruguai tem metade de seu território sob alerta meteorológico, devido às fortes chuvas e ventos que agravam o impacto das inundações.

Leia também:
Apagão afeta 47,4 milhões de pessoas na Argentina e no Uruguai
Brasil se inspira no Uruguai para adotar políticas para idosos 

As províncias mais afectadas são Durazno, no centro do país, com 6.229 desalojados, e Canelones, no sul, com 1.494. Pelo menos 6.056 pessoas deixaram suas residências voluntariamente enquanto 2.718 foram evacuadas.

Muitas estradas do país estão com tráfego interrompido por conta das inundações. No domingo passado, o Uruguai ficou às escuras por conta de um apagão, assim como a Argentina, por conta de uma falha no sistema de transmissão de energia. A falta de luz atingiu 47 milhões de pessoas nos dois países.

Veja também

Pesquisa revela que apenas 17% das pessoas conhece o principal fator de risco do câncer colorretal
Saúde

Pesquisa revela que apenas 17% das pessoas conhece o principal fator de risco do câncer colorretal

Primeiros voos cancelados por erupção de vulcão nas Canárias
Ilhas Canárias

Primeiros voos cancelados por erupção de vulcão nas Canárias