A-A+

União Europeia defende acordo nuclear com o Irã

O presidente dos EUA, Donald Trump, pediu aos europeus que abandonassem o acordo nuclear com o Irã assinado em 2015

União EuropeiaUnião Europeia - Foto: AFP

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, defendeu nesta quinta-feira o acordo nuclear com o Irã, apesar do apelo de Donald Trump aos europeus para abandoná-lo, e alertou Teerã contra qualquer "ação irreversível".

O acordo foi "uma conquista importante após 10 anos de intensas negociações internacionais e continua sendo uma ferramenta importante para a estabilidade regional", afirmou Michel, segundo um comunicado.

Leia também:
Irã diz às Nações Unidas que quer evitar mais conflitos
Trump afirma que Irã está 'se acalmando' e que vai impor novas sanções contra o país
Papa fala a diplomatas sobre conflito EUA-Irã e crise na América Latina

Em uma conversa por telefone com o presidente iraniano Hassan Rohani, Michel reiterou o compromisso dos europeus "com todas as partes em aliviar as tensões" após eventos recentes, segundo o comunicado.

O Irã atacou nas primeiras horas de quarta-feira com mísseis balísticos em bases no Iraque que abrigam soldados dos EUA, em retaliação pela eliminação do general iraniano Qassem Soleimani em Bagdá.

O presidente dos EUA, que jogou a carta de apaziguamento na quarta-feira, pediu aos europeus que abandonassem o acordo nuclear com o Irã assinado em 2015.

Veja também

Repórter deixa ESPN após se recusar a tomar vacina da Covid-19
Vacina

Repórter deixa ESPN após se recusar a tomar vacina da Covid-19

Trabalhadores de Hollywood levantam ameaça de greve
Cinema

Trabalhadores de Hollywood levantam ameaça de greve