Vereador sugere pausa diária no trabalho para fazer sexo

Segundo o político, pausa seria para melhorar as relações sentimentais dos casais

Per-Erik Muskos é vereador da cidade de OvertorneaPer-Erik Muskos é vereador da cidade de Overtornea - Foto: Reprodução

Os suecos deveriam ter uma pausa de uma hora remunerada durante o trabalho para poder fazer sexo com seus parceiros, sugeriu um vereador nesta terça-feira (21). O objetivo, segundo ele, é melhorar as relações das pessoas.

"Há estudos que mostram que o sexo é bom para a saúde", declarou à AFP Per-Erik Muskos, vereador de 42 anos da cidade de Overtornea (norte), depois de ter apresentado a moção.

O político afirmou que os casais não passam tempo juntos o suficiente na atual sociedade. "É uma questão de ter melhores relações sentimentais", insistiu. Contudo, Muskos admitiu que não há como provar que os funcionários não usarão sua hora para fazer outras coisas que não passar um tempo com seu parceiro.

"Não se pode garantir que o trabalhador não vá passear, ao invés disso", afirmou, acrescentando que os chefes precisarão confiar em seus funcionários. Muskos disse que não vê motivos pelos quais sua moção não possa ser aprovada.

Atrás dos finlandeses e dos franceses, os empregados suecos são os que menos trabalharam na Europa em 2015, uma média de 1.685 horas, segundo um estudo do instituto de pesquisas Coe-Rexecode.

Veja também

EUA não suspenderão proibições a viagens, apesar do anúncio de Trump, diz porta-voz de Biden
Pandemia

EUA não suspenderão proibições a viagens, apesar do anúncio de Trump, diz porta-voz de Biden

Oxigênio enviado a Manaus pela Venezuela cruza fronteira com o Brasil
Solidariedade

Oxigênio enviado a Manaus pela Venezuela cruza fronteira com o Brasil