Zoológico de Londres celebra Orgulho LGBT com homenagem aos seus pinguins gays

Segundo o Zoológico de Londres, Ronnie e Reggie estão juntos desde 2014

A mensagem que pode ser visualizada próxima aos pinguins A mensagem é uma referência à campanha "Get Over It"A mensagem que pode ser visualizada próxima aos pinguins A mensagem é uma referência à campanha "Get Over It" - Foto: Divulgação/ ZSL London Zoo

O Zoológico de Londres, conhecido por ZSL London Zoo, abriga um dos casais de pinguins gays mais famosos do mundo: Ronnie and Reggie.Para celebrar a união dos dois pinguins da espécie Humboldt e dos demais animais homossexuais, o zoológico está planejando uma "reforma do orgulho LGBT" para o evento Zoo Night, que acontecerá no dia 5 de julho.

Na noite em questão, além das festividades que acontecem normalmente, o zoológico ensinaria sobre gênero e o acasalamento de animais do mesmo sexo.Além disso, os visitantes do espaço já podem visualizar uma faixa na área Penguin Beach, onde ficam Ronnie e Reggie, que diz "Some penguins are gay. Get over it" ("Alguns pinguins são gays. Supere isso", em tradução livre).

A mensagem é uma referência à campanha "Get Over It", que ocorreu na época da rebelião de Stonewall, em 1969, quando a comunidade LGBT reagiu contra uma invasão da polícia de Nova York a um bar conhecido por ser frequentado por homossexuais.



Leia também:
Faixas de pedestre viram arco-íris em celebração ao Orgulho LGBT
Taylor Swift lança música se dirigindo a homofóbicos e faz doações a organização LGBT crescerem


Segundo o Zoológico de Londres, Ronnie e Reggie estão juntos desde 2014 e, em 2015, adotaram um ovo de pinguim que havia sido abandonado por outro casal, criando juntos o filhote Kyton.

Além deles, há outros casais de pinguins homossexuais dentre os 93 que estão no zoológico.

Veja também

Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas
Polêmica

Vogue vai publicar nova capa com Kamala Harris após avalanche de críticas

Joe Biden e Kamala Harris homenageiam 400 mil vítimas da Covid-19 no país
Estados Unidos

Biden e Kamala homenageiam 400 mil vítimas da Covid-19