Municípios atestam sucesso

Com os dados do Sistema de Informações Alfabetizar com Sucesso (SIAS) em mãos, é possível, tanto para a SEE, quanto para as secretarias municipais, observarem quais são as escolas onde há maiores dificuldades.

João Paulo em ato no Centro do RecifeJoão Paulo em ato no Centro do Recife - Foto: Divulgação

Com os dados do Sistema de Informações Alfabetizar com Sucesso (SIAS) em mãos, é possível, tanto para a SEE, quanto para as secretarias municipais, observarem quais são as escolas onde há maiores dificuldades. Nessas unidades, são realizadas oficinas onde os formadores debatem com os professores quais as intervenções que precisam ser colocadas em prática. Os municípios que fazem parte da parceria, atestam a importância do trabalho desenvolvido com o apoio do Governo do Estado.

“Fizemos a adesão em 2010. Nós conseguimos, com o programa Alfabetizar com Sucesso, apropriar nossos professor de uma metodologia diferenciada de trabalho. Ele permitiu que alguns professores que tinham dificuldades em como monitorar o desempenho dos seus alunos, se voltassem mais e mudassem sua prática”, comenta a secretária de Educação de Bonito, no Agreste, Maria Elza da Sil­­­va. Ela conta que a secretaria alinhou o Alfabetizar com Sucesso com a política municipal de educação e hoje o programa está em 30 das 35 escolas de Bonito, sendo utilizado por boa parte dos 8 mil alunos da rede pública da cidade.

Esse mesmo processo é vivenciado em Tupanatinga, onde o programa é utilizado em 40 turmas da rede municipal. A diretora de Ensino, Maria da Conceição Lima Rodrigues, mais conhecida como Núbia, diz que o trabalho de parceria é fundamental para os bons resultados obtidos pelas escolas do município e revela que o acompanhamento do Alfabetizar com Sucesso serve como um fator motivador para os professores. “É muito importante este outro olhar, ter um acompanhamento por parte de outra rede. Os professores fazem questão que haja essa integração, pois querem mostrar o trabalho deles a outras pessoas. Esse apoio é fundamental”, afirma.

Veja também

Isolamento social pode agravar castigos e palmadas, diz pesquisa
Crianças

Isolamento social pode agravar castigos e palmadas, diz pesquisa

Einstein desativa mais da metade dos leitos de Covid-19, que voltam a tratar demais doenças
Coronavírus

Einstein desativa mais da metade dos leitos de Covid-19, que voltam a tratar demais doenças